Você já ouviu a história de um pop-up que valia U$300 mil dólares?

Uma loja de departamento norte-americana notou que 75% dos usuários abandonavam o carrinho de check-out antes de finalizar as compras. Muito preocupados com isso, resolveram investigar o que estava acontecendo. Por que essas pessoas não convertem? O que acontece entre o carrinho de compras e a última fase do funil?

Após os clientes preencherem todas as informações como: dados pessoais, endereço, CEP e forma de pagamento, um pop-up aparecia pedindo para o internauta inserir e-mail e criar senha antes concluir a compra.

Neste exato momento, a maioria das pessoas imediatamente desistiam do produto. Afinal, não faz nenhum sentido realizar cadastro no site se o objetivo é apenas comprar.

Para resolver o problema, ao clicar em finalizar compra, foi criada uma caixa de mensagem com a seguinte mensagem: “Caso queira tornar sua experiência de compra mais confortável, clique aqui para se cadastrar no nosso site. Para concluir sua compra sem efetuar o cadastro em nosso site, clique em Continuar.”

BUM! Após essa pequena mudança a empresa converteu mais de 49% em vendas, resultando em um faturamento anual de U$300 mil dólares. Tudo isso por conta de um simples pop-up.

Claro que não há garantia de que o Teste A/B trará um faturamento de vendas tão significativo como o do exemplo acima. Não temos como assegurar isso. Mas uma coisa é certa, após um teste A/B efetivo suas vendas aumentarão. Basta analisar e aplicar as estratégias corretas para que o teste performe da melhor forma possível.

O que é exatamente o Teste A/B?

Teste A/B é uma técnica usada para determinar mudanças específicas feitas no seu site e que podem influenciar as conversões de maneira positiva. É implementado por meio da criação de uma outra página (teste B), no qual os resultados dessa versão são comparados com os da versão original (teste A).

De acordo com que os visitantes recebem as versões, o envolvimento com cada experiência é medido e coletado em um painel de análise e avaliado por meio de um mecanismo estatístico. Você pode determinar se a alteração da experiência teve efeito positivo, negativo ou nenhum efeito no comportamento do visitante.

O teste pode ser tão simples quanto um único título ou botão, ou ser um redesenho completo da página. Sendo que, metade do seu tráfego verá a versão original da página (conhecida como controle) e a outra metade terá acesso a versão modificada da página (a variação).

Esse método é indicado em situações no qual você precisa de clareza para identificar quais elementos/mudanças são a chave do sucesso para aumentar as conversões.

Importante ressaltar que um Testes A/B não precisa ter apenas duas versões. É permitido implementar uma série de páginas: A/B/C/D e por aí vai. Por exemplo, você pode testar 3 opções de Call to Action, dividindo o tráfego em 3 versões da mesma página. Sendo que cada uma delas conterá uma CTA diferente. Mas vale lembrar que a soma total da porcentagem precisa ser igual a 100%.

Por que fazer um Teste A/B?

Teste A/B permite que indivíduos, equipes e empresas façam alterações cuidadosas nas experiências de seus usuários enquanto coletam dados sobre os resultados. Isso possibilita que eles construam hipóteses e aprendam porque certos elementos do site afetam o comportamento do usuário.

Mais do que apenas responder a uma pergunta única ou resolver um desacordo o Teste A/B, se utilizado de forma consistente, colabora com a melhoria de experiência de navegação do usuário no seu site, além de potencializar a taxa de conversão ao longo do tempo.

Como fazer um teste A/B?

Digamos que você quer disparar um teste utilizando dois formatos de layout diferentes.

50% é representado pelo lado A. Eles terão acesso a uma versão com um banner de produtos de linha branca em promoção e três colunas abaixo representando as mercadorias mais vendidas da mesma categoria.

Já os outros 50%, conhecido como lado B,  além de ter acesso aos mesmos itens do teste A, um banner com produtos de outro segmento passa a ser exibido.

A partir disso, os resultados dos modelos A e B são comparados, possibilitando encontrar a melhor solução para o seu site. No fim do teste, você saberá exatamente qual das duas versões performou melhor e poderá implementar na sua página todos os feedback recolhidos após realizar esse teste.

Na plataforma do PowerBiz, o Teste A/B está localizado em Automação no módulo Interação. Na aba Escolher Ação é possível configurar o teste da maneira que você quiser.

Exemplo de como funciona o teste A/B no PowerBiz. 

Conclusão

O Teste A/B é conhecido como o número 1 de vendas, cliques ou cadastros. Por isso ele é muito utilizado como uma ferramenta poderosíssima para alavancar as vendas do seu e-commerce.

Ele pode ser utilizado a qualquer momento, não importa o que você queira fazer. É um ótimo instrumento para ajudar a encontrar os melhores resultados e aumentar a performance do seu site de uma maneira única.